Cesul

Imprensa Notícias

Cesul recebe o Selo Sesi ODS 2019

  • Google Plus
  • Pinterest
Publicado em

Certificação foi através do Projeto Fala Detento, executado na penitenciária de Francisco Beltrão.

Professor do Cesul, Gilberto Marques da Silva Azevedo, recebeu o Selo Sesi. Professor do Cesul, Gilberto Marques da Silva Azevedo, recebeu o Selo Sesi.

Professor do Cesul, Gilberto Marques da Silva Azevedo, recebeu o Selo Sesi. Professor do Cesul, Gilberto Marques da Silva Azevedo, recebeu o Selo Sesi.

Pelo terceiro ano seguido, o Cesul (Centro Sulamericano de Ensino Superior) recebeu o Prêmio Sesi ODS, que visa o reconhecimento das boas práticas e certificação, através de um selo, às instituições comprometidas com o alcance dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS, no Paraná.
A premiação foi pelo Projeto Fala Detento, um trabalho realizado em parceria com a Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão, através do Emaj (Escritório Modelo de Assistência Jurídica) do Cesul. Os detentos que querem informações sobre seus processos ou outras necessidades pertinentes à comunidade carcerária, são avisados para por meio de uma carta descrever o questionamento de interesse. A direção da Penitenciária digitaliza-a e encaminha ao Emaj que, através do professor responsável pelo projeto, faz a análise junto com os acadêmicos de Direito. Em seguida é emitido um parecer em resposta via e-mail para a diretoria administrativa da Penitenciária, que repassa ao detento.
Marta Tesser, gerente do Sesi/SENAI de Francisco Beltrão, elogia o Cesul e ressalta a importância de tal selo , pois segundo ela, “é uma instituição preocupada com as práticas sustentáveis e que desenvolve projetos relacionados aos desenvolvimentos sustentáveis. Terceira vez seguida que é premiada e isso mostra que estão preocupados em fazer a diferença na sociedade. Parabéns pelo selo, que também poderá ser usado durante o ano em suas divulgações”.
Rafael Bahr, coordenador de projetos de Extensão do Cesul, comenta que esse projeto visa auxiliar a reintegração do preso. “Em todas as ações realizadas pelo Cesul, visamos a integração com a comunidade. Este projeto beneficia tanto o detento quanto seus familiares, e visa oferecer-lhes um pouco mais de dignidade. Acaba, também, sendo um elo entre o detento e os familiares, repassando importantes informações a ambos e esclarecendo dúvidas”.

Emaj
O escritório modelo do Cesul atende das 8 às 12h e das 13 às 17h, volta-se às pessoas carentes que não possuem bens móveis e nem imóveis e recebam até dois salários mínimos. O professor responsável é Luiz Carlos D’Agostini Júnior, que comenta: “Atendemos causas de Direito de Família, seja ação de investigação de paternidade, alimentos, guarda ou regulamentação de visita. Temos alunos do 8ª período atendendo neste bimestre, sempre com a supervisão de um professor. Os acadêmicos fazem o atendimento que, depois, passa pelo professor para ser corrigido e aí é mandado para o Fórum. Temos muitos processos em andamento. É muito eficiente, as pessoas são muito bem atendidas e os acadêmicos exercem um papel muito importante. Esse atendimento faz com que os alunos pratiquem o conteúdo que veem em sala. Isso os qualifica para o mercado de trabalho”.
O escritório do Emaj está localizado na Rua Romeu Lauro Werlang, ao lado do Correio. É totalmente gratuito sendo necessário fazer o agendamento no escritório ou pelo fone 3524-5640

  • Google Plus
  • Pinterest

46. 3524 4242 | contato@cesul.br
Av. Antônio de Paiva Cantelmo, 1222 - Centro
Francisco Beltrão - PR